Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias DTI > Estrutura de Governança de TIC no IFS
Início do conteúdo da página

Estrutura de Governança de TIC no IFS

Escrito por MANUELA IRIS DOS SANTOS | Criado: Quarta, 02 de Maio de 2018, 09h52 | Publicado: Quarta, 02 de Maio de 2018, 09h52 | Última atualização em Terça, 17 de Julho de 2018, 16h06

 A Política de Governança de TIC/IFS (PGTIC), instituída pela Deliberação Nº 63/CGTIC/IFS de 02/10/2017, define princípios, diretrizes e estrutura organizacional referentes a governança e gestão de TIC para Instituição.

Art. 22. Para os efeitos dessa política compõe as Estruturas Organizacionais envolvidas na Gestão e Governança de TIC:

I – Comitê Gestor de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGTIC) – órgão colegiado de caráter permanente, instituído pela Portaria Nº 1039/IFS de 28/04/2014, e de natureza deliberativa convalidada pela Resolução Nº 17/2017/CS/IFS de 13/03/2017.

II – Comitê Gestor de Segurança da Informação (CGSI) - órgão colegiado de caráter permanente, instituído pela Portaria Nº 1179/IFS de 13/04/2014, e de natureza deliberativa convalidada pela Resolução Nº 17/2017/CS/IFS de 13/03/2017.

III – Comitê de Planejamento de TIC (CplanTI) - órgão colegiado de natureza consultiva, instituído pela Portaria Nº 824/IFS de 18/03/2015 e recomposto anualmente;

IV – Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e Coordenações de Tecnologia da Informação (CTI) dos Campi;

V – Coordenação de Governança de TI (GovTI);

a) Escritório de Processos de TI (EprocTI);

b) Escritório de Projetos de TI (EprojTI); e

VI – Auditoria Interna (AUDINT)”.

(...)

Art. 23º Os papéis e responsabilidades referentes a Governança e Gestão de TIC no Instituto desenvolvidos pelas estruturas organizacionais se darão da seguinte forma:

I – Alta administração – responsável pela governança de TIC no IFS;

II - Comitê Gestor de Tecnologia da Informação e Comunicação(CGTIC) - responsável pelo estabelecimento e alcance dos objetivos e das metas de TIC, bem como pela orientação das iniciativas e dos investimentos de TIC;

III - Comitê Gestor de Segurança da Informação (CGSI) – responsável pela implementação da Política de Segurança da Informação;

IV– Comitê de Planejamento de TIC (CPlanTI) – executa o Processo de Acompanhamento do PDTIC auxiliando o CGTIC no monitoramento e avaliação da implementação das ações, do uso dos recursos e da entrega dos serviços, com o objetivo de atender às estratégias e aos objetivos institucionais;

V – Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) e Coordenadorias de Tecnologia da Informação (CTI) dos Campi – são responsáveis pelo planejamento, desenvolvimento, execução e monitoramento das atividades de TIC, devendo assessorar o CGTIC na governança de TIC;

VI – Coordenação de Governança de TI (GovTI) - assessora a DTI e CTI’s na implantação das Políticas de Governança de TI e Segurança da Informação e acompanha sua execução.

a) Escritório de Processos de TI (EprocTI); – auxilia na formalização e acompanhamento dos processos de governança e Gestão de TIC;

b) Escritório de Projetos de TI (EprojTI); – auxilia o gerenciamento, monitoramento e controle do portfólio de TIC;

VII – Auditoria Interna (AUDINT) - analisa a conformidade do ambiente de TIC, avaliando e desenvolvendo mecanismos para a manutenção da conformidade da área de TIC com os marcos regulatórios que regem a administração pública ”.

 A Diretoria de Tecnologia da Informação, por meio de seu representante, também integra o Comitê de Governança, Riscos e Controle (CGRC) do IFS.

 

Sistema de Governança de TIC (SGTIC)

 

Figura SGTIC

 

Distribuição dos direitos decisórios de TIC

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página