Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Fórum > Encontro de Assistência Estudantil reúne profissionais para aprimorar ações de 2018
Início do conteúdo da página
EVENTO

Encontro de Assistência Estudantil reúne profissionais para aprimorar ações de 2018

Publicado: Segunda, 05 de Março de 2018, 12h09

2Psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e pedagogos compartilharam as experiências adquiridas com os alunos

Se pararmos para buscar no dicionário o significado da palavra oportunidade, acharemos a seguinte classificação:  circunstância oportuna, favorável para a realização de algo; ensejo. Com o objetivo de promover debates sobre as práticas que envolvem os setores vinculados à sua área, a Diretoria de Assuntos Estudantis (DIAE) promoveu, na manhã desta segunda-feira, 06, o II Encontro da Assistência Estudantil. Participaram do evento psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e pedagogos dos 9 campi do Instituto Federal de Sergipe (IFS).

3No evento, integrantes das equipes que trabalham com assistência estudantil discutiram sobre todas as ações que foram executadas em 2017 e iniciaram conversas para os seus aprimoramentos. Segundo a chefe de Departamento da Assuntos Estudantis, Vera Maria Trindade, todas as ações são pensadas em função da permanência dos estudantes no ambiente acadêmico. “Estágio, Educação Inclusiva e Acompanhamento Estudantil são algumas das ações que visam não só formar o aluno, mas sim formar o cidadão”, explica Vera.

Exemplo

É graças às ações da DIAE que alunos como Rafael Carmo consegue dar continuidade aos estudos. O jovem mora em um bairro da periferia de Aracaju e trabalha, durante o dia, como guardador de carros no centro da capital sergipana. À noite ele troca as flanelas e os baldes pelos lápis, caneta e caderno que utiliza no curso de Desenho de Construção Civil. Mas Rafael só consegue esse feito graças ao auxílio lhe dá a oportunidade de conseguir pagar o transporte para instituição e os materiais escolares.

“O nosso dever é fazer com que o conhecimento seja socializado e democratizado. Não adianta querer segregar, pois sabemos que alguns alunos precisam de apoio, seja financeiro ou psicológico, para conseguir concluir seus estudos e se inserir no mercado de trabalho. E é para criar essa ponte e auxiliá-los que nós existimos”, ressalta o José Franco de Azevedo, diretor de Assuntos Estudantis.

Interessou-se pela história de Rafael? Então clique no banner abaixo e leia a edição número 4 do IFS PLAY.

face Ifsplay4

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página