Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Lagarto > Estudantes do Campus Lagarto doam sangue em ato de solidariedade
Início do conteúdo da página

Estudantes do Campus Lagarto doam sangue em ato de solidariedade

Criado: Terça, 10 de Janeiro de 2017, 15h14 | Publicado: Sexta, 06 de Maio de 2016, 09h19 | Última atualização em Terça, 10 de Janeiro de 2017, 15h14

doação de sangue 060616 2Com o suporte do IFS/Campus Lagarto, iniciativa partiu dos próprios alunos em ajudar uma discente da instituição que está em tratamento no Huse e se estendeu para beneficiar outras que precisam de doação.



Alunos do Campus Lagarto do Instituto Federal de Sergipe (IFS) mobilizaram uma ação de solidariedade para inicialmente auxiliar a também estudante do campus Jamile Timóteo, que está internada no Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), em Aracaju, e precisava de doação de sangue para seu tratamento. Por entender que, para além da sala de aula, também é papel da escola contribuir para a formação da cidadania e da solidariedade, o Campus Lagarto disponibilizou no dia 03 de maio o ônibus da instituição e o suporte da equipe Coordenadoria de Saúde Escolar, que levou os alunos ao Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose).

De acordo com Tássia Lima, enfermeira do Campus que participou do ato, foram os estudantes que buscaram a instituição para o suporte com transporte e organização do grupo. "A ideia inicial era reunir o máximo de alunos com o mesmo tipo sanguíneo de Jamile, numa ação focada para ela. Diante da adesão, resolvemos abrir para pessoas de outros tipos sanguíneos e assim contribuir para o estoque de sangue do Hemose e, consequentemente, ajudar mais pessoas", ressalta.

doação de sangue 060616 3 doação de sangue 060616 4 doação de sangue 060616 5

A enfermeira ressalta que ações voltadas para o desenvolvimento do aluno enquanto pessoa solidária também é uma função da escola. "Foi uma experiência muito boa para eles e para nós, servidores. Por se tratar de um desconhecido e por falta de informação sobre o assunto, muitos tinham medo de doar. E é papel da escola promover a educação, com desenvolvimento da saúde e da cidadania", analisa. Também auxiliaram na ação a odontóloga, Aryana Cardona, e a psicóloga do campus, Debora Lima.

Além do apoio no dia da doação, o Campus Lagarto também contribuiu com uma triagem prévia para selecionar os interessados em serem doadores, avaliando se cumprem os requisitos exigidos para a doação de sangue. A triagem definitiva foi concluída no Hemose.

Surpresa

doação de sangue 060616 1Aproveitando que a aluna em tratamento estava também aniversariando, após as doações os colegas seguiram para a brinquedoteca do Huse, onde promoveram uma comemoração surpresa para a estudante do IFS, Jamile Timóteo, que também é assistida pelo GACC. "Não sei nem o que falar, eu só tenho motivos para agradecer. Amo muito vocês!", emocionou-se.

A colega do IFS, Laísa Fontes, falou sobre as qualidades da amiga e destacou o carinho que todos sentem por ela. "Pensamos em realizar essa festa justamente pelo espírito alegre que ela tem, por ser uma menina que cativa a todos. Aproveitamos e viemos doar sangue. Eu particularmente comecei a dor sangue por causa dela, desde a primeira vez que esteve doente. Ela é um menina incrível e iluminada, que mobiliza pessoas para doarem sangue e para se cadastrarem no banco de medula", explicou.

Por sua vez, a aluna Sara Costa ressaltou que tanto nas redes sociais como na escola iniciou-se uma mobilização. "Quando conseguimos reunir um grupo, pedimos ajuda a escola, que prontamente cedeu o ônibus para nossa locomoção. Sabemos que doar sangue é doar vida, é um ato de amor e solidariedade ao próximo. O sentimento é de total realização em poder ajudar quem precisa", observou.

* Com informações do Gacc

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página