Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Lagarto > Campus Lagarto debate automatização de processos industriais
Início do conteúdo da página
PESQUISA

Campus Lagarto debate automatização de processos industriais

Escrito por CESAR DE OLIVEIRA SANTOS | Publicado: Segunda, 11 de Dezembro de 2017, 16h10

Seleção 1Evento foi realizado conjuntamente pelas coordenações dos cursos de Automação Industrial e Engenharia Elétrica

A automatização dos processos de produção em média e grande escala é, sem dúvida, uma das grandes tendências do mundo tecnológico. As diversas formas de se alcançar esse estágio do sistema produtivo só crescem e o Instituto Federal de Sergipe faz questão de se inserir nesse debate. Exemplo disso foi a promoção, nos dias 04, 05 e 06 de dezembro, do 3º Workshop de Automação Industrial e 1º Workshop de Engenharia Elétrica no Campus Lagarto.

Seleção 2O evento – que contou com palestras de alunos egressos e professores convidados, além de minicursos e exposição de projetos de pesquisa – coincidiu com os dez anos da implantação do curso de Automação Industrial no campus. O diretor da instituição, professor José Osman dos Santos, afirmou que a promoção de eventos como esse mostra que a forma de se gerir o ensino superior dentro da rede tecnológica vem seguindo um bom caminho. “Tive a satisfação de ser o primeiro coordenador do curso de Automação Industrial no campus e me orgulho de estar à frente da instituição no momento em que ele recuperou, em uma escala que vai de 1 a 5, o conceito 4 na avaliação do MEC”, disse o diretor referindo-se à recente visita do Ministério da Educação para avaliar o curso.

Os workshops ofertaram aos participantes palestras sobre temas diversos, como a geração de energia limpa e a tecnologia de impressão de modelos tridimensionais, a chamada impressão 3D. Para as professoras Ana Cláudia Melo e Ladjane Coelho, que estavam na comissão organizadora do evento, a comunidade discente do Campus Lagarto teve uma excelente oportunidade de aprofundar o conhecimento já adquirido, além de, no caso dos alunos ingressantes, poder se iniciar no universo da pesquisa e já começar a pensar em possíveis áreas de interesse. “Os workshops propiciaram o intercâmbio de conhecimentos científicos e experiências profissionais, levando aos participantes desde maquetes didáticas a conceitos mais complexos, todos eles diretamente voltados para a indústria real”, explicam as professoras.

Seleção 3O aluno Leandro Marques Alves, por exemplo, expôs um protótipo que simula a manufatura industrial aplicada à seleção de produtos. O projeto, que é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e orientado pelos professores Cleiton José Rodrigues e Rodrigo Ribeiro, tende a ser renovado para que a pesquisa avance em outros estágios. Para Leandro, o ponto mais interessante do projeto está na criação prévia do autômato, fator que pode prevenir, a partir de um modelo simples, problemas de várias ordens no processo produtivo em larga escala.

Fim do conteúdo da página