Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Estância > Escritório Modelo de Arquitetura e Engenharia completa 16 famílias atendidas
Início do conteúdo da página
EXTENSÃO

Escritório Modelo de Arquitetura e Engenharia completa 16 famílias atendidas

Publicado: Quarta, 01 de Novembro de 2017, 09h58 | Última atualização em Segunda, 06 de Novembro de 2017, 10h41

Projeto de extensão do Campus Estância presta assistência técnica pública e gratuita para projetos de habitação destinados a moradores de baixa renda

DSC 0064O Escritório Modelo de Arquitetura e Engenharia (Emae) do Instituto Federal de Sergipe (IFS) - Campus Estância apresentou o resultado dos trabalhos desenvolvidos nos últimos dez meses. A apresentação ocorreu em solenidade no auditório do campus e contou com a presença prefeito de Estância, Gilson Andrade, do secretário de Cultura, Carlos Menezes Júnior, da secretária adjunta de Obras, Margareth Soares, da engenheira do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (CREA), Elaine Santana, além de estudantes e servidores.

DSC 0073Ao longo deste ano foram atendidas 16 famílias de baixa renda, que puderam contar com serviços gratuitos como levantamentos cadastrais, projetos arquitetônicos, projetos complementares e reformas. Atualmente, há quatro famílias na fila de espera e está sendo desenvolvido o projeto de reforma da biblioteca municipal João Nascimento Filho. A equipe do Emae fechou convênio com a Defensoria Pública de Sergipe e está negociando parcerias com o Crea, a prefeitura e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) para ampliar o atendimento à população.

DSC 0058O escritório modelo é um projeto de extensão em que professores e alunos prestam assistência técnica pública para projetos de habitação de interesse social destinados a moradores de baixa renda de Estância. “Me sinto lisonjeada dentre tantos alunos ter sido escolhida para fazer parte do Emae, projeto esse que me traz tantos benefícios, adquirindo sempre novos conhecimentos e colocando em prática um pouco do aprendizado da vida acadêmica. Fico feliz em saber que estou contribuindo para o desenvolvimento do meu município”, afirmou Patrícia Campos, 21 anos, curso de Engenharia Civil.


Com a iniciativa de criar o escritório modelo todos ganham: os alunos, que têm a oportunidade de aprender na prática e melhorar sua formação; os professores, que exercem a profissão para além da docência; o instituto, que contribui com a sociedade; as famílias de baixa renda, que contam com serviços especializados de graça; e as instituições parceiras, que facilitam a vida da população e agilizam processos antes enviados a Aracaju. “É extremamente gratificante ver nos olhos das 16 famílias atendidas o cumprimento da função social do IFS”, declarou a diretora do campus, Sônia Pinto de Albuquerque Melo.

Sobre o Emae

Os serviços ofertados pelo Emae vão desde a elaboração de projetos e reformas de edificações, incluindo projetos complementares (elétrico, hidrossanitário e de estruturas), até o levantamento cadastral de imóveis e terrenos e o levantamento topográfico para regularização fundiária, desmembramento e remembramento. Os projetos desenvolvidos visam garantir conforto térmico, acústico, lumínico e estético, com base na utilização dos recursos naturais de ventilação e insolação; e buscam soluções que usem o mínimo de recurso financeiro e reduzam ao máximo o consumo dos recursos naturais.

O público-alvo é a população com rendimento familiar de até três salários-mínimos. Para ter acesso ao serviço é preciso passar por uma triagem realizada pela assistente social do campus. Os interessados devem se dirigir ao IFS nas segundas e quintas-feiras, no horário das 9h às 11h, e participar de uma entrevista. O critério exigido é possuir renda familiar de até três salários-mínimos, como prevê a lei para comprovação de baixa renda. O Campus Estância fica localizado na rua Café Filho, nº 260, bairro Cidade Nova, CEP: 49200-000.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página