Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Estância > Servidora desenvolve experiências de estímulo à leitura no Campus Estância
Início do conteúdo da página
PESQUISA

Servidora desenvolve experiências de estímulo à leitura no Campus Estância

Escrito por CAROLE FERREIRA DA CRUZ | Publicado: Terça, 22 de Janeiro de 2019, 12h06

LEITURA 08Atividades fazem parte da pesquisa de mestrado “A formação de leitores na educação profissional e tecnológica”

LEITURA 05É tempo de despertar para os alunos do ensino médio integrado em Aquicultura do Instituto Federal de Sergipe (IFS) – Campus Estância. A turma do segundo ano está participando de experiências de estímulo à leitura que envolvem atividades como rodas de leitura, interações nas mídias sociais e exibição de filmes. A iniciativa faz parte da pesquisa “A formação de leitores na educação profissional e tecnológica” de autoria da servidora Cyndi Moura Guimarães de Oliveira, do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT).

A pesquisa consiste numa proposta de ensino que, por meio de uma sequência didática, promova atividades capazes de estimular o hábito de ler. “Considerando a relevância da escola, assim como da família, no processo de construção do hábito de leitura, foi desenvolvida uma proposta de ensino que corrobora com o desenvolvimento do hábito de leitura no comportamento dos participantes, de maneira que perdure além do espaço e período escolar e possa contribuir na formação do indivíduo crítico e reflexivo, visto que essa é uma prática importante para a vida profissional e para a construção da cidadania”, ressaltou Cyndi Moura.

RODA DE LEITURA 04A aplicação da sequência didática envolve diversas etapas e conta com uma rede de colaboradores formada por servidores do campus. Cyndi criou o grupo “Lendo no IFS” vinculado à fanpage do Campus Estância no Facebook, onde vêm sendo publicadas experiências de leituras dos alunos participantes e conteúdos de estímulo à leitura, abertos a toda a comunidade. “Dentro do habitus da educação profissional e tecnológica, é imprescindível a vivência com as tecnologias da informação e comunicação que está constantemente associada à exigência de leitura, cabendo à escola contribuir com o letramento digital e a formação de leitores”, destacou.

LEITURA 03Foram realizadas até o momento duas rodas de leitura: uma com o jovem escritor estanciano Diego Vinícius, que publicou quatro livros nas mídias sociais e conquistou uma grande rede de seguidores; e a outra com o assistente de aluno do Campus Aracaju, Daniel Venceslau, que partilhou a experiência de leitura de mangás (histórias em quadrinho japonesas), na condição de colecionador e especialista no assunto.

Avaliação

 DSC0777Outra etapa importante foi a exibição do filme A menina que roubava livros, adaptado da obra literária de Markus Zusak, seguida da aplicação do jogo Kahoot!. Mais recentemente, ocorreu a leitura de contos e o compartilhamento de impressões e conteúdos relacionados às obras no Facebook, com o apoio da professora Elaine Meneses Souza Lima. A última etapa será um encontro com os participantes para avaliação das atividades. A pesquisa de mestrado é orientada pela professora Draª Elza Ferreira Santos.

LEITURA 09Os alunos envolvidos descobriram o prazer de ler e de trocar experiências sobre as suas descobertas e percepções. Carlos Samuel Costa dos Santos, 18, que passou cinco anos sem ler um  livro, tornou-se um leitor assíduo. “Desde que entrei no projeto já li dois livros e adorei. Além de aprimorar meus conhecimentos, percebi que estou escrevendo melhor”, relatou. Renayde de Lacerda Delmiro, 16, sempre gostou de ler, mas a rotina pesada de estudos no IFS acabou por afastá-la da biblioteca. “Eu retomei as leituras e aumentou meu interesse por novas obras. O hábito de ler facilita o aprendizado e amplia nossa visão de mundo”, afirmou.

registrado em: ,
Assunto(s): Servidor , Literatura , Leitura , Estância
Fim do conteúdo da página