Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Estância > Alunos do Campus Estância são inseridos no mercado de trabalho
Início do conteúdo da página
ESTÁGIO

Alunos do Campus Estância são inseridos no mercado de trabalho

Escrito por CAROLE FERREIRA DA CRUZ | Publicado: Terça, 19 de Março de 2019, 11h04

DSC 0785Parte dos aprendizes concluintes do programa Jovem Aprendiz foi contratada e universitários de Engenharia Civil conseguiram estágio

O Núcleo de Apoio ao Estágio (NAE) do Instituto Federal de Sergipe (IFS) - Campus Estância tem intensificado as parcerias com o setor produtivo da região Sul para gerar oportunidades profissionais aos alunos dos cursos técnico e superior. Os números são expressivos: 44 estudantes já foram contemplados pelo Programa Jovem Aprendiz desde 2016; 17 estão no período de vigência do contrato; 24 ingressaram este ano; e oito foram contratados como funcionários pelas empresas conveniadas ao programa.

Como este é o primeiro ano que os alunos de Engenharia Civil vão cursar estágio obrigatório, foram firmados recentemente convênios com instituições públicas e empresas. Os estagiários serão absorvidos pela Secretaria Municipal de Educação de Estância, Prefeitura Municipal de Boquim, Equipeng, JPC Construções e Inter Casas Construções. “Entre as nossas atribuições também está levantar as vagas ofertadas pelo mercado e divulgar as oportunidades de estágio para os estudantes”, informou o coordenador do NAE, Lucas de Andrade Carvalho Costa.

Pelo Programa Jovem Aprendiz o Campus Estância possui convênios com a Sulgipe, Ambev, Grupo Nossa Senhora da Conceição, Supermercado Bombom, Dalon Alimentos e Duas Rodas, que têm aproveitado parte dessa mão de obra especializada. Jovens como o ex-aluno do curso subsequente de Eletrotécnica, Ybison Severo dos Santos, 21 anos, se destacaram como aprendizes e foram contratados.

“O estágio na Sulgipe foi fundamental porque tive uma vivência diferente de sala de aula e aprimorei diversos conhecimentos. Valeu a pena ter estudado no IFS: a experiência do curso, a experiência do estágio, a monitoria, os projetos que participei, tudo serviu, nada ser perdeu. O ensino, os professores e os funcionários da administração são excelentes”, comemorou Ybison Severo.

Quem também acabou de ser contratada foi Nair Costa Gonçalves, 22 anos, ex-aluna do curso subsequente de Recursos Pesqueiros. “Aprendi muito lá dentro da Bombom e fiquei imensamente feliz por ter sido escolhida. Me esforcei bastante, aprendi a trabalhar em equipe, me capacitei ao máximo e, além disso, os professores estavam sempre dispostos a orientar, ajudar, tirar dúvidas. O IFS é uma ótima escola e me abriu muitas oportunidades”, destacou.

Jovem Aprendiz

O Programa Jovem Aprendiz foi adotado pelo IFS em 2011 e beneficia alunos mediante a aprendizagem profissional estabelecida no artigo 429 da CLT, alterada pela Lei 10.097/2000 e regulamentada pelo Decreto 5.598/2005. O aprendiz tem carteira assinada, garantia de direitos trabalhistas, proteção previdenciária e recebe salário mínimo-hora. O contrato de aprendizagem é um acordo de trabalho especial, ajustado por escrito e por prazo determinado não superior a dois anos.

Para aderir ao programa, o aprendiz deve ter entre 14 e 24 anos, não manter vínculo empregatício, estar matriculado e frequentando a escola. São quatro horas diárias de trabalho, três vezes por semana, meio salário mínimo e mais os benefícios pagos aos demais funcionários com carga horária regular (plano de saúde, FGTS, contribuição previdenciária, etc.).

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página