Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Destaque > Acordo de cooperação com instituição portuguesa vai permitir intercâmbio entre pesquisadores
Início do conteúdo da página
PARCERIA

Acordo de cooperação com instituição portuguesa vai permitir intercâmbio entre pesquisadores

Escrito por ADRINE CABRAL E GERALDO BITTENCOURT | Criado: Quinta, 23 de Fevereiro de 2017, 11h51 | Publicado: Quinta, 23 de Fevereiro de 2017, 11h51

O compromisso possibilitará também oferta de cursos para docentes e técnicos administrativos

principalContinuando a sua proposta de romper fronteiras para o ensino, a pesquisa e a extensão, o Instituto Federal de Sergipe (IFS) firmou neste mês um termo aditivo ao acordo de cooperação com o Instituto Politécnico do Porto, em Portugal. O objetivo é enviar docentes e estudantes do IFS para participação de intercâmbio na instituição portuguesa, com o envolvimento deles em atividades de pesquisa.  

Dentro do contexto da educação em Portugal, o Instituto Politécnico é a quarta do ensino superior em termos de primeira escolha e a quinta em número de alunos. Assim como o IFS, a instituição tem como finalidade a busca pela empregabilidade dos alunos através da adequação da grade dos cursos às necessidades do mundo empresarial e social. Além disso, faz parte de uma comunidade internacional que é fruto de uma estratégia de cooperação em rede com mais de 300 entidades distribuída por quatro continentes, entre elas o IFS.

De acordo com o reitor do IFS, Ailton Ribeiro de Oliveira, a instituição mantém como um dos seus objetivos a preocupação de proporcionar intercâmbio para membros do corpo docente bem como de alunos da instituição. “A experiência internacional possibilita um ganho não somente para o estudante ou professor participantes, mas também para as instituições envolvidas. Isso porque possibilitamos que eles levem àquele país um pouco de nossa experiência, bem como tragam novos conhecimentos e tecnologias trabalhados lá. Todos os lados ganham”, ressalta.

doisAlém do envio de aluno e professor para participar de pesquisas conjuntas em Portugal, o acordo vai viabilizar também a vinda de dois professores do Instituto Politécnico do Porto para promover um curso de formação continuada em Ferramentas Digitais de Suporte e/b-Lerning. Serão disponibilizadas 30 vagas para o curso cujo público-alvo será de professores e técnicos administrativos. A instituição portuguesa tem no seu portfólio cursos em áreas semelhantes às que o IFS possui, como gestão, turismo e engenharia.

Paula Peres, Pró-Presidente do Politécnico do Porto e coordenadora do e-IPP, refere à importância estratégica do acordo ao ampliar a colaboração do Politécnico com os Institutos Federais do Brasil, também na área de ensino a distância. “Pretende-se com esta oferta formativa proporcionar conhecimentos que facilitem a integração no ambiente de aprendizagem em e-Learning, fornecendo competências que permitam escolher de forma sustentada soluções que melhor se adequem ao contexto especifico da formação pretendida”, explica.

*Com informações do Instituto Politécnico do Porto

Fim do conteúdo da página