Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Setembro Amarelo: IFS promove bate-papo de conscientização e prevenção ao suicídio
Início do conteúdo da página
Setembro Amarelo

Setembro Amarelo: IFS promove bate-papo de conscientização e prevenção ao suicídio

Criado: Segunda, 14 de Setembro de 2020, 12h17 | Publicado: Segunda, 14 de Setembro de 2020, 12h17 | Última atualização em Terça, 15 de Setembro de 2020, 15h23

Programa Bem Me Quer realizará evento on-line na próxima quarta, 23, às 17h

capaEm todo o mundo, o mês de setembro é conhecido pela cor amarela, sendo denominado de Setembro Amarelo. A campanha traz um alerta para a conscientização e prevenção ao suicídio. No Brasil, a ação é realizada desde 2015, sendo uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

O Instituto Federal de Sergipe (IFS) apoia a causa e quer tratar do assunto com sua comunidade acadêmica. Para isso, realizará uma programação especial durante todo o mês através de plataformas on-line de comunicação. A primeira terá início com um bate-papo promovido pela Coordenação do Programa Bem Me Quer da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progep/IFS).

O evento on-line será realizado em 23 de setembro, a partir das 17h, no perfil do Instagram do Instituto: @ifsergipe. Com o tema: “Nós Cuidamos de você!”, a psicóloga, Simone Maidel, e o médico perito, Marcos Moura, vão abordar assuntos ligados ao Setembro Amarelo e à prevenção ao suicídio em um espaço que estará aberto também ao público.

A coordenadora do Programa, Elizabete de Cássia Nascimento, reforça que mesmo a temática sendo delicada, é importante que haja diálogos sobre o tema e formas de prevenir o suicídio. “Muitas pessoas pensam que esse ato é uma realidade distante e que afeta poucas pessoas, mas, infelizmente, os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram o contrário. De acordo com a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio em algum lugar do nosso planeta. Isso significa que, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem sua vida dessa forma”, diz.
Segundo o CVV, as causas para o suicídio são variadas. Especialistas identificam transtornos mentais na maior parte dos casos de pessoas que se suicidam ou tentam fazê-lo. Dentre os principais transtornos observados, destacam-se a depressão na forma simples, a depressão na forma bipolar, a dependência química e a esquizofrenia.
No entanto, muitas vezes, o suicídio acontece de maneira impulsiva diante de algumas situações muito impactantes e inesperadas da vida, como final de relacionamentos, perda de pessoas queridas, abusos ou mesmo crises financeiras. O suicídio também é comum em pessoas que sofrem discriminação, como imigrantes, refugiados, gays, transgêneros, lésbicas e intersexuais.

“Quando entendemos que o suicídio é uma realidade e que pode afetar pessoas a nossa volta, fica mais claro que é fundamental conversamos a respeito. Os suicídios podem ser evitados desde que tenhamos conhecimento sobre seus sintomas e suas causas”, lembra a coordenadora.

A cada ano, o IFS se engaja na campanha com atividades de sensibilização entre servidores e alunos para prevenção do suicídio. Ainda nesta semana, será lançada em nosso site a programação completa dos campis para o Setembro Amarelo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página