Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Alunos apresentam artigo em evento internacional e são motivados ao processo de pesquisa
Início do conteúdo da página
CAMPUS ARACAJU

Alunos apresentam artigo em evento internacional e são motivados ao processo de pesquisa

Criado: Terça, 13 de Dezembro de 2016, 08h46 | Publicado: Terça, 13 de Dezembro de 2016, 08h46 | Última atualização em Terça, 13 de Dezembro de 2016, 09h33

Como resultado parcial, os jovens pesquisadores do IFS demonstram indícios sobre as razões indicadoras das possibilidades da qualidade do ensino na escola pública

Lívine Lucas Prof Artur b 800x600Com o objeto de divulgar as pesquisas realizadas no Instituto Federal de Sergipe -Campus Aracaju, os alunos do 3º ano do curso de Eletrotécnica, Lavine de Souza Ferreira Lima e Lucas Matheus da Conceição Muniz apresentam entre 12 e 16 de dezembro, o artigo The Schooland the TeacherfromPublicand Private School: theirinfluencesonstudents’ attendance - A escola e o professor da escola pública e privada: suas influências na freqüência dos alunos” que mostra como resultados parciais as possibilidades da escola pública com relação à qualidade de ensino, numa comparação com a escola privada.

O artigo produzido sob orientação do professor doutor Artur Gomes de Oliveira, da Coordenadoria de Ciências Humanas e Sociais, apresentado na The 4th Virtual Multidisciplinary Conference (4ª Conferência Multidisciplinar Virtual), foi realizado a partir de trabalho anterior escrito pelos alunos sobre a relação dos estudos e o Exame Nacional do Ensino Médio, o qual conferiu a Lívine de Souza Ferreira Lima, Lucas Matheus da Conceição Muniz e Marcos Augusto Rodrigues de Menezes, em outubro, premiação de 2º lugar na categoria de artigos científicos em Ciências Humanas, pela comunicação oral “Estude, estude, você tem que passar no Enem, você tem que passar no Enem: fatores que levam o aluno a faltar às aulas”, apresentada no XXIV Encontro Científico e IV Encontro de Iniciação Científica Junior, na Universidade de Fortaleza - UNIFOR.

Segundo o professor Artur Oliveira, após a apresentação do trabalho no Encontro de Iniciação Científica Junior realizado na UNIFOR, ao considerarem os comentários recebidos pelos moderadores daquele evento (professores da área que coordenam as apresentações dos artigos), Lavine e Lucas desenvolveram o artigo para apresentar entre 12 e 16 de dezembro na Quaesti.

Para a produção do novo artigo, eles se valeram de questionários aplicados a alunos de duas escolas: uma pública e outra da iniciativa privada. Assim, segundo o texto do artigo “o critério para a escolha dos alunos a preencherem o instrumento de pesquisa, foi determinado que estes estivessem cursando o ensino médio. O instrumento de pesquisa, após a realização de dois testes para adequação do mesmo aos sujeitos da pesquisa, foi preenchido por 128 alunos, sendo 64 de uma escola pública, aqui chamada “Escola A” e 64 de uma escola particular, aqui chamada “Escola B”, ambas localizadas em Aracaju/SE, Brasil, durante os meses de junho e julho de 2016”.

Na metodologia utilizada, “os dados coletados foram, inicialmente, submetidos à análise com o Alpha de Cronbach, posteriormente, foi efetuado o teste t para uma amostra, utilizando-se o software Statistical Package for Social Sciences – SPSS – Versão 21 e, finalmente, após avaliada a confiabilidade das médias, foi efetuada uma análise dos resultados obtidos utilizando-se as médias das variáveis”, conforme os autores destacam no texto submetido à 4ª Conferência multidisciplinar virtual.

Os primeiros resultados da pesquisa apresentada pelos alunos trazem indícios, a partir das variáveis utilizadas, como estrutura do espaço físico, abordagens de conteúdo e didática, de que há possibilidades da escola pública ser capaz de cumprir critérios básicos para propor ensino de qualidade.

Os autores do trabalho, porém, destacam que para obtenção de resultados com maior reflexão, há que considerar a aplicação da pesquisa em maior número de escolas e alunos, ao concluírem que “neste trabalho, a escola pública pesquisada é federal, assim, o resultado pode não ser o mesmo se a comparação for feita com escolas estaduais ou municipais”. Por isso, sugerem que “para trabalhos futuros, outros tipos de escola sejam incluídos para avaliação da questão aqui abordada em diferente contexto”.

Para o professor Artur Oliveira, é importante que os alunos sejam cada vez mais incentivados a apresentarem artigos “que atendam a padrões estabelecidos por conferências internacionais e estimulem a interação de alunos, professores e/ou técnicos com pesquisadores de várias partes do mundo”, finaliza o professor.

Sobre a Quaesti

Trata-se de um evento internacional destinado a pesquisadores e cientistas de todas as partes do mundo e, neste ano, voltou-se especialmente a estudantes e jovens pesquisadores com o objetivo de motivá-los a apresentar seus trabalhos e, por meio dos comentários e contribuições de pesquisadores mais experientes, desenvolverem seus trabalhos e iniciar outros. Dessa forma, “a prática da produção de artigos faz com que os jovens pesquisadores tenham suas primeiras experiências importantes no mundo da pesquisa”, destaca o professor.

A conferência é de responsabilidade da PublishingSociety da Universidade de Zilina, Eslováquia, e tem como parceiros o European Center for EthnicSudies – CESPE; UniversityGiustino Fortunato – UNIFORTUNATO e o European Center of New Technologies and Financial Innovations- EUROPEJSKIECENTRUM.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página