Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Definida primeira equipe vencedora para etapa nacional da OBR
Início do conteúdo da página

Definida primeira equipe vencedora para etapa nacional da OBR

Criado: Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47 | Publicado: Quarta, 24 de Agosto de 2016, 21h11 | Última atualização em Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47

DSC02139No primeiro dia de competições da fase estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica, aberta nessa quarta-feira, dia 24, no ginásio de esportes do Instituto Federal de Sergipe - Campus Aracaju, teve vencedor, na modalidade Ensino Fundamental, para representar Sergipe na etapa nacional que acontecerá no mês de outubro, em Recife, Pernambuco.

O robô criado há seis meses pelos alunos Davysson Souza Cardoso, Leonardo Binderli Paes e Vinícius Menezes de Paula, Equipe Eletróns, do Colégio Salesiano, cumpriu com eficiência as tarefas definidas pela arbitragem, obteve 210 pontos e conquistou o primeiro lugar.

O evento foi aberto às 8h, pelos professores Edson Barbosa e Nara Strappa Facchinetti Dória, da Coordenadoria de Eletrônica do Campus Aracaju, que coordenam a etapa da OBR 2016 em Sergipe.

Nove equipes, compostas por alunos do ensino fundamental de escolas públicas e particulares, participaram da competição no período da manhã; mas apenas três equipes se classificaram para rodada final, todas do Colégio Salesiano, orientadas pelo professor Newton Vinicius Pereira Santos.

DSC02061 DSC02127 DSC02092

Classificação do primeiro dia

A solenidade de premiação ocorreu no final da tarde, logo após a divulgação do resultado. A Equipe Eletróns recebeu do diretor-geral do IFS Campus Aracaju, professor Elber Gama, a medalha de ouro.

“Agradecemos nossa equipe que vem anualmente se dedicando para trazer a etapa estadual da Olimpíada de Robótica para o IFS. Para nós uma grata satisfação, e estaremos de portas abertas para receber e a cada ano melhorar cada vez mais a organização. É um momento em que a gente consegue ver a interação dos alunos com a educação, tecnologia, informação, informatização e automação.”, declarou.

A Equipe Tops br ficou em 2º lugar com 95 pontos e o 3º lugar foi conquistado pela Equipe Fundamental 2.1, que somou 90 pontos.

De acordo com o professor Newton Vinicius há seis meses o Salesiano tem a matéria extracurricular de Robótica, e esse foi o tempo que ele teve para preparar as equipes. “Considerei um trabalho difícil porque foi o primeiro contato dos alunos com o campo da Robótica, porém, foi extremamente gratificante ter participado do evento, ter orientado os meninos e acompanhar o desenvolvimento deles nesse aprendizado".

DSC02107 DSC02064 DSC02066

Nessa quinta-feira, 25, segundo dia da olimpíada, as competições prosseguem nos turnos da manhã e tarde, com a participação de 22 equipes na modalidade ensino médio e técnico, quando será definido o vencedor que ocupará a segunda vaga de Sergipe na etapa nacional.

Duas equipes do IFS Campus Aracaju, do curso técnico de Eletrônica, competirão nessa modalidade. Desde 2014, que o Campus Aracaju participa da etapa nacional da OBR.

Como as equipes são avaliadas

Para participar da Olimpíada de Robótica, as equipes, formadas por quatro alunos e um professor orientador, tiveram que construir os robôs para realizarem as tarefas com eficiência. Foram meses de preparação. Alguns grupos passaram até um ano na construção e programação do robô para o dia mais esperado, o da competição.

No local, foi montada uma área de concentração, onde ficam as bancadas das equipes, e duas arenas: uma de teste e treinamento, onde os membros da equipe realizam os últimos ajustes em seus robôs e a outra de competição, onde somente o capitão da equipe tem acesso.

Cada equipe participa de duas rodadas. Os três grupos que obtiverem a melhor pontuação classificam-se para mais um partida e realizam mais duas provas. Vencerá a competição quem obtiver no somatório das últimas duas tarefas a maior pontuação.

DSC02159 DSC02134 DSC02145

Desafios do robô

A equipe de arbitragem é quem determina, no momento da prova, o tipo de tarefa. Todas as equipes passam por um circuito de percurso considerado fácil, médio e difícil.

A arena de competição está dividida em quatro ambientes: áreas 1 e 2 que ficam no térreo; rampa com inclinação de aproximadamente 18 graus e uma sala, onde existem alguns objetos que simulam vítimas de um desastre e os robôs precisam ser capazes de detectar e transportar essas vítimas para uma área de segurança.

A equipe de arbitragem é composta por um professor e um técnico em Eletrônica, dois ex-alunos de Eletrônica e uma estudante de Mecatrônica.

DSC02115 DSC02077 DSC02108
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página