Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Lagarto > Projeto Saberes e Sabores promove reflexão sobre raízes africanas
Início do conteúdo da página

Projeto Saberes e Sabores promove reflexão sobre raízes africanas

Criado: Terça, 10 de Janeiro de 2017, 15h14 | Publicado: Terça, 10 de Maio de 2016, 14h43 | Última atualização em Terça, 10 de Janeiro de 2017, 15h14

Saberes e sabores maio 2016 1Com apresentação solo de dança e palestra de professora da UFS, além da exibição de um curta, estudantes do ensino médio integrado conheceram melhor e debateram sobre a cultura e corporeidade afro-brasileira.

O Campus Lagarto do Instituo Federal de Sergipe (IFS) promoveu mais uma edição do Projeto Saberes e Sabores na última sexta-feira, dia 6 de maio. Com a temática "Corporeidade e Cultura Popular de Matrizes Africanas", estudantes do ensino médio integrado assistiram a uma apresentação solo e uma palestra promovidas pela professora de Dança da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Aline Serzedello Vilaça.

Quando os alunos menos esperavam, a professora Aline iniciou a apresentação solo em dança brasileiras com o tema 'Linha e Força' ainda estando na plateia e atraiu a atenção dos espectadores por sua caracterização e força nas expressões. "É sempre um grande desafio realizar esta apresentação para o público adolescente, pois envolve a exposição do corpo e é um tema ainda considerado um tabu, que choca. Mas percebi que aqui o público foi muito receptivo e atencioso. Fui uma honra", descreve.

Saberes e sabores maio 2016 2 Saberes e sabores maio 2016 4 Saberes e sabores maio 2016 3

Após o espetáculo, os alunos foram convidados a assistir a uma exibição do curta-metragem 'Alma no Olho', gravado em 1973, com roteiro e direção de Zózimo Bulbul. A seguir, a professora Aline Vilaça retornou ao palco para uma palestra que contou o desenvolvimento de sua apresentação de dança e com a reflexão sobre a presença da negritude em movimentos culturais no país.

"Trazer o tema da cultura negra para a escola é de suma importância em diversos aspectos. Primeiramente, em cumprimento a lei 10.639, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira. Além disso, desperta na formação destas pessoas o interesse pelo resgate histórico e cultural do movimento afro-brasileiro, tão presente de diversas formas em nossas manifestações culturais, porém pouco reconhecido", analisa a professora.

Fausto Almeida, aluno do 2º ano integrado com Eletromecânica, ressalta a importância do debate sobre temas transversais na escola. "Para mim, é extremamente relevante participar de eventos como este que abordam temáticas além daquelas básicas de sala de aula, pois contribui para uma formação mais completa, além de estimular a reflexão e a busca por informação sobre temas relevantes", ressalta.

Saberes e Sabores

Iniciado em 2014 pelo professor de Educação Física do Campus Lagarto, Luiz Carlos Vieira Tavares, mais conhecido como Mestre Lucas, o projeto Saberes e Sabores iniciou como um café temático para suas turmas. Diante das temáticas e da adesão dos alunos, a iniciativa tomou proporções maiores está previsto o lançamento de um livro com todas as palestras trabalhadas durante o projeto.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página