Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Estância > Campus Estância prepara programação especial para o Mês da Mulher
Início do conteúdo da página
GÊNERO

Campus Estância prepara programação especial para o Mês da Mulher

Criado: Quinta, 08 de Março de 2018, 12h04 | Publicado: Quinta, 08 de Março de 2018, 12h04 | Última atualização em Quinta, 08 de Março de 2018, 15h19

Atividades têm como referência central o uso de expressões artísticas para criar espaços de discussão e empoderamento

No mês da mulher, estudantes e servidores do Instituto Federal de Sergipe (IFS) – Campus Estância se mobilizaram para comemorar o 08 de março e refletir sobre as questões de gênero que marcam a data. A programação, que começa nesta quinta e vai até o próximo dia 15, tem como referência central o uso de expressões artísticas e culturais para criar espaços de discussão e empoderamento.

O Projeto Mulheres de Peso, organização pela Coordenadoria de Assistência Estudantil (Coae), vai realizar uma semana de atividades que incluem: exposição fotográfica, intervenção urbana, apresentações culturais e debates por meio da interlocução entre alunos e professores. O projeto está na segunda edição e este ano conta com a parceria da Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE).

A equipe da Biblioteca Gilberto Amado vai lançar neste dia 8 o Cine Mulher com o filme As sufragistas, que resgata a luta pelo voto feminino na Inglaterra de 1912. Ate o final do mês de março, toda quinta-feira, às 12h, será exibida uma produção cinematográfica com foco na temática de gênero: As Sufragistas, Histórias Cruzadas, Terra Fria e A Dama de Ferro. Também no dia 8 haverá uma tarde de beleza com maquiagem e escova.

O Cine Mulher faz parte de um projeto maior, o Bibliocine, que realiza sessões de cinema com filmes de cunho histórico, politico e social que contribuam para a formação intelectual da comunidade da acadêmica. Em geral, são convidados palestrantes para estimular o debate após as exibições.

Segundo a diretora do campus, Sônia Pinto de Albuquerque Melo, iniciativas como essa ajudam a construir uma sociedade mais inclusiva e cidadã. “Nossos servidores e estudantes são comprometidos, empenhados e participam ativamente das comemorações de datas importantes, como o 8 de março. Teremos nos próximos dias uma valiosa oportunidade de ampliar consciências e transformar práticas”, destacou.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página