Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Glória > Alunos de ensino médio do campus Glória refletem sobre uso consciente da água
Início do conteúdo da página

Alunos de ensino médio do campus Glória refletem sobre uso consciente da água

Criado: Quarta, 11 de Janeiro de 2017, 18h07 | Publicado: Terça, 12 de Mai de 2015, 11h34 | Última atualização em Quarta, 11 de Janeiro de 2017, 18h07
Alunos colocando a teoria em práticaAlunos do curso técnico integrado em Agropecuária do Instituto Federal de Sergipe, campus Glória, tiveram uma aula diferente nesta quinta-feira, 07. Utilizando garrafas de plástico, algodão, pedras, areia e outros itens, os jovens reproduziram artesanalmente um procedimento de filtração de água suja. Essa experiência é parte de um projeto de pesquisa idealizado por Weverton Santos de Jesus, professor de química do IFS, e tem como uma de suas metas associar o conteúdo visto em sala de aula com a realidade local.
Professor Weverton e alunas bolsistas
A ideia do projeto, que conta com a participação de três bolsistas, todas alunas do campus Glória, surgiu a partir de um problema que assusta o mundo: a escassez de água. “Vivemos uma realidade onde a crise dos recursos hídricos se agrava cada vez mais. Apenas 2% da água do planeta é potável – e esses 2% são extremamente mal utilizados”, justifica Weverton. Assim, ele planejou o ensino da disciplina de química de uma forma contextualizada. “Pegamos alguns conteúdos de química, como os estados físicos e propriedades da matéria, substâncias, misturas, e associamos com o problema regional – também nacional –, que é a seca”, conta.

De acordo com o professor, a intenção é conscientizar os alunos quanto à utilização da água, com foco especial na realidade da cidade de Nossa Senhora da Glória, explicando o processo de captação, armazenamento e filtração da água. “Em outras palavras: mostrar a eles, de certo modo, o percurso que a água faz para chegar até a nossa residência, desde as etapas de tratamento até o consumo”, explica.

Mudança de hábito

Aluna bolsistaA estudante Deilza Alves de Andrade, do curso técnico subsequente em Alimentos, é uma das bolsistas do projeto. Ela reconhece que o projeto mudou seus hábitos. “O projeto me trouxe uma visão diferente, mostrando que eu posso economizar a água dentro da minha casa através de atitudes simples”, diz, chamando a atenção para o cenário local: “A gente vivencia uma seca no Alto Sertão, onde muitas pessoas não têm nem reservatório e desperdiçam muita água”, reflete.

Edy Lucas, aluno do curso técnico integrado em Agropecuária, pretende compartilhar a ideia de uso sustentável da água. “Essa oficina serviu para a gente como uma experiência para levarmos para casa e passarmos para os familiares, os vizinhos, até mesmo para a cidade em geral, porque foi uma forma da gente aprender como a água chega na companhia de saneamento, a forma de tratamento adequada, que podemos reutilizar a água em casa”, declara.
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página