Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Glória > Campus Glória participa do II Encontro de Queijeiros do Alto Sertão Sergipano
Início do conteúdo da página
PARCERIA

Campus Glória participa do II Encontro de Queijeiros do Alto Sertão Sergipano

Escrito por ANA CARLA ROCHA DE SOUZA CRUZ | Publicado: Segunda, 17 de Abril de 2017, 14h41 | Última atualização em Terça, 18 de Abril de 2017, 09h35

O evento teve como foco de discussão a regularização das fabriquetas da região

capaFruto da parceria entre o Instituto Federal de Sergipe (IFS), Prefeitura de Nossa Senhora da Glória, Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) e a Universidade Federal de Sergipe (UFS), o II Encontro de Queijeiros do Alto Sertão Sergipano foi realizado na última quarta-feira, das 16h30 às 22h, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em Nossa Senhora da Glória - SE. O evento, que foi aberto à comunidade em geral, teve como principal objetivo proporcionar aos participantes a oportunidade de adquirir conhecimentos técnicos por meio de palestras e mesa redonda cujo tema central foi a regularização de fabriquetas. O encontro visava ainda preparar melhor os produtores rurais para permanecer no mercado de trabalho, assegurando uma produção com qualidade e alertando-os sobre questões importantes como segurança alimentar.

O público, composto em sua maioria de produtores locais e estudantes, se mostrou bastante interessado e atento às questões abordadas.  “A formação desses alunos impacta de forma positiva na produção de queijos e derivados, pois, de posse dos conhecimentos obtidos, eles poderão mudar a atual forma de produção e passarão a produzir derivados de qualidade, garantindo a segurança alimentar”, salientou a coordenadora do curso superior de Tecnologia em Laticínios do IFS Glória, Simone Vilela.

 O evento, que já está no segundo encontro, é um esforço conjunto dessas instituições com o intuito de capacitar e dar o apoio necessário para garantir a qualidade da produção local, bem como a adequação aos requisitos mínimos das legislações para produção de alimentos. Nesse sentindo, o IFS – Campus Glória tem colaborado com a realização de eventos na área técnica voltado para os produtores de leite e queijeiros utilizando abordagens simples. Já está programada para o mês de maio, a realização de oficinas práticas de como produzir queijos e outros derivados lácteos com qualidade dentro do laboratório multifuncional do Campus Glória e também na própria unidade de produção dos produtores. Além dessas ações, o IFS firmou parceria com a Emdagro, para realizar análises essenciais para determinar a qualidade do leite e derivados lácteos no laboratório do Campus.

públicoA atuação do IFS foi elogiada pelas autoridades e representantes das instituições parceiras presentes no evento. “Nós não temos dúvida nenhuma da importância de modo geral de todos esses entes, mas de maneira específica do IFS Glória, pela vocação em termos técnicos de Ensino Médio, pela qualidade do Ensino Superior e pelos seus laboratórios, que podem ajudar a viabilizar toda a cadeia produtiva, afirmou o secretário Estadual de Agricultura, Esmeraldo Leal.  

O diretor geral substituto do Campus Glória, Danilo Munduruca, esteve presente no encontro e também comentou o desempenho do Instituto : “A participação do IFS neste evento é muito importante, pois mostra o quanto o instituto tem a contribuir com os produtores da região, sobretudo com ações de pesquisa e extensão que tragam melhorias e soluções dos problemas na cadeia do leite. Além disso, permite estreitar os laços com parceiros como Emdagro, Prefeitura Municipal e as Secretarias de Agricultura Estadual e Municipal”.  

Números

A produção de laticínios é uma das principais atividades econômicas local e movimenta cerca de 74 milhões de reais por ano. Atualmente, a região abriga mais de cem queijarias, gerando 900 empregos diretos e distribuindo seus produtos em todo o Estado de Sergipe e também para os Estados de Alagoas, Bahia e Paraíba. Além do leite, são produzidos queijo coalho, requeijão, queijo mussarela, pré-cozido e manteiga.

*Com informações da Emdagro

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página