Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Alunas do Programa Mulheres Mil participam de Projeto Saúde na Escola
Início do conteúdo da página

Alunas do Programa Mulheres Mil participam de Projeto Saúde na Escola

Criado: Terça, 20 de Setembro de 2016, 15h25 | Publicado: Segunda, 30 de Março de 2015, 10h57 | Última atualização em Terça, 20 de Setembro de 2016, 15h25

27.03.15 Gineco 1Setor médico do Campus Lagarto promoveu consultas e exames ginecológicos para prevenção, diagnóstico de doenças e orientações, com apoio de estudantes de Medicina da UFS

Dando continuidade ao Projeto Saúde a Escola, o Campus Lagarto do Instituto Federal de Sergipe (IFS) promoveu consultas e exames ginecológicos destinados às alunas do Programa Nacional Mulheres Mil, que têm aulas na instituição. Promovida pelo setor de Coordenação de Saúde Escolar (Cose), a iniciativa contou com a parceria do curso de Medicina do Campus Lagarto da Universidade Federal de Sergipe (UFS), que enviou alunos para auxiliar e aprender na prática clínica.

Segundo o medico do campus, Vigildásio dos Santos Conceição, esta ação do Projeto Saúde na Escola foi direcionada ao público do programa por se tratar de mulheres em situação de vulnerabilidade social. "Elas apresentam mais dificuldades para realizar consultas e exames preventivos, que são se extrema necessidade, pois detectam lesões e doenças, inclusive o câncer", ressalta o profissional.

Apoiando a iniciativa, Dária Lidiane Moura, enfermeira da Clínica Maroto, de Lagarto, explica os procedimentos. "É realizada uma consulta e feito o exame. Quando sair o resultado, este será apresentado à paciente. Se houver caso de doença ou mesmo indicativo de câncer, ela será encaminhada ao tratamento, que é todo ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS)", esclarece.

27.03.15 GinecoBeneficiários

Aluna do programa Mulheres Mil, Adriana de Carvalho diz que esta foi uma ótima oportunidade para ela cuidar da saúde. "Nossa comunidade tem um acesso ainda muito dificultado aos serviços de saúde e, especialmente, de ginecologia. Assim, esta iniciativa é muito benéfica para nós e pedimos que, se possível, seja repetida em outros momentos", analisa.

Para a estudante Cinthia Santos, o Projeto Saúde na Escola é muito bem vindo. "Muitas vezes, não damos a devida atenção à saúde por diversos fatores, como falta de tempo, impossibilidade de deslocamento ou mesmo problemas na saúde pública. Esta iniciativa é importante porque facilita o acesso à saúde e conscientiza os envolvidos", ressalta.

Aluno do 3º ciclo do curso de Medicina da UFS de Lagarto, Edcleverton Dantas aponta que esta também foi uma ótima oportunidade para os estudantes do curso. "Estamos colocando em prática um conteúdo que apenas vimos em forma de teoria ou em bonecos. Assim, pudemos lidar diretamente com o paciente", explica.

Ascom - Campus Lagarto

registrado em:
Fim do conteúdo da página