Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Campus Aracaju reduz consumo de água com medidas contra o desperdício
Início do conteúdo da página

Campus Aracaju reduz consumo de água com medidas contra o desperdício

Criado: Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47 | Publicado: Sexta, 10 de Abril de 2015, 20h58 | Última atualização em Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47

DSCN1691 700pxMuito antes da atual crise hídrica vivida pelo país, o Instituto Federal de Sergipe, Campus Aracaju, encontrou saídas para evitar o desperdício. A instituição conseguiu reduzir, em três anos, 46% no consumo de água tratada, obtendo uma economia de R$194.429,52  na conta, e projeta uma redução de mais 10% até o final de 2015.

As medidas para redução começaram a ser implantadas em 2011, quando o consumo de água tratada na instituição era de 13.067 metros cúbicos, e o valor da conta atingiu R$ 158.353,84. Desde então o consumo vem caindo mês a mês. O campus fechou o ano de 2014 com um consumo de 7.065 metros cúbicos e uma conta de R$ 106.710,37 mesmo com um reajuste tarifário de 6,5%.

DSCN1637 700pxO acompanhamento diário de consumo através da leitura do hidrômetro (medidor do volume de água), manutenção preventiva, instalação de torneiras e chuveiros de fechamento automático e também alterações no sistema hidráulico, que ocasionaram redução na pressão e em consequência redução no consumo e nas eventuais perdas (vazamentos) são algumas das iniciativas.

O engenheiro Francisco Carlos Passos, coordenador de Eficiência Energética e fiscal dos contratos de fornecimento de água e energia do Campus Aracaju, explica que não se trata de campanha de mudanças de hábitos de consumo, mas sim de um trabalho de engenharia que tornou o sistema hidráulico mais eficiente, ou seja, a redução no consumo ocorre mesmo sem a participação da comunidade.

DSCN1646 700pxA iniciativa da Administração do campus em adquirir equipamentos mais eficientes, como torneiras e chuveiros automáticos, foi de extrema importância para o êxito do programa, segundo avalia Francisco. Ele destaca que outra ação importante do programa é o acompanhamento diário da leitura do hidrômetro, pois permite a constatação de eventuais perdas, ainda que elas estejam ocultas ou de difícil localização.

O engenheiro lembra que a preocupação com o meio ambiente é uma tendência mundial, e ela deve estar presente na instituição.

Planilha

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página