Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Aracaju > Professora realiza pesquisa sobre Matemática nos Estados Unidos
Início do conteúdo da página

Professora realiza pesquisa sobre Matemática nos Estados Unidos

Criado: Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47 | Publicado: Quarta, 21 de Maio de 2014, 12h05 | Última atualização em Quinta, 12 de Janeiro de 2017, 10h47
lenira
 
A professora mestra Lenira Pereira da Silva, da Coordenadoria de Licenciatura em Matemática do Instituto Federal de Sergipe – Campus Aracaju, está desde 14 de abril desenvolvendo atividades na Rutgers Universidade do Estado de New Jersey, campus de Newark, para cumprir um estágio doutoral pelo programa ciência sem fronteiras. O doutorado sandwiche terá como co-orientação o professor doutor Arthur Powell do Departamento de Educação Urbana da Rutgers Universidade, o qual possui reconhecimento internacional por sua contribuição na área de Educação Matemática.
 
Segundo Lenira, a trajetória acadêmica do Prof. Dr. Arthur Powell está fortemente ligada a inovações educacionais voltadas à superação de desigualdades sociais. Ele é um dos pioneiros da Etnomatemática - base teórica e norteadora da tese em andamento - e da Educação de Jovens e Adultos, inclusive utilizando Ensino à Distância.
 
Fazem parte também das atividades de pesquisa da professora mestra do IFS Campus Aracaju visitas ao Teachers College da Columbia University, onde contará com o apoio e orientação do professor doutor Bruce Vogeli que através de sua experiência pessoal com os primórdios da educação a distância nos Estados Unidos ajudará a localizar dados nos arquivos desta instituição.
 
“A pesquisa que estamos desenvolvendo no Brasil segue os preceitos teóricos da Etnomatemática e é orientada pelo internacionalmente conhecido Prof. Ubiratan D’Ambrosio”, afirma. Essa busca tem o propósito de investigar a origem da Matemática na modalidade à distância no Brasil através do estudo do Curso de Aritmética Comercial ofertado entre os anos de 1947 e 1961 por meio de um programa de estudos a distância intitulado “Universidade do Ar – UNAR”. Este programa foi criado e mantido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de São Paulo – Senac, com a colaboração do Serviço Social do Comércio de São Paulo – Sesc, explica.
 
A professora detalha que o Brasil, como todo país em desenvolvimento, foi um receptor de idéias estrangeiras e isso também o motivou a adotar o modelo de educação a distância como politica saneadora de desigualdades sociais. “Acreditamos que a influência dos Estados Unidos na educação à distância do Brasil é bastante acentuada, não só pela proximidade entre as Américas, mas pelo fato de que Fernando Tude de Souza, um defensor da idéias da educação pelo rádio, entre os anos de 1935 e 1938, estudou no Teachers College da Columbia University e a participação de Fernando Tude no programa da Universidade do Ar do Sesc/Senac São Paulo é bastante direta e destacada, tanto na criação, quanto na sua permanência”, afirma.
 
Lenira acredita que as pesquisas desenvolvidas em solo americano irão contribuir de forma significativa na construção histórica fundamentação teórica da tese e nos ajudará a tecer um novo olhar sobre as interações entre matemática, educação, cultura e política.

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página